6 de maio de 2016

FILHOS ABANDONADOS, PAIS ABANDONADOS

Vivemos momentos que alguns pais preferem a vida social preterindo os filhos. Mas se esquecem que vida corre rápido como num piscar de olhos.
Os filhos abandonados de hoje com certeza serão os filhos que abandonam os pais amanhã, por isso os asilos estão lotados. 
Com a vida dita moderna é certo que muitos pais não dão a devida atenção para seus filhos, as desculpas são as mais variadas e infinitas: falta de tempo, vida social exclusiva com amigos, clubes particulares, etc. 
Nesse processo sem perceber os filhos estão sem o afeto do verdadeiro "ninho" familiar e estão se transformando nos filhos abandonados vivendo dentro do seu próprio "núcleo" de convivência onde se transformou apenas num abrigo físico, nada mais do isso: ABRIGO. 
E os novos caminhos dessa "sociedade" moderna está dissolvendo a família e seus elos transformando suas crias em filhos abandonados e no futuro corre o risco de surgirem os pais abandonados, isso porque esse filhos foram criados sem o forte vínculo de amor com seus pais que são apenas biológicos, nada mais. Pensem nisso!
...
Violência juvenil:
Numa próxima reflexão vamos pesquisar o porquê da violência juvenil, não seria a falta de apoio de um "ninho" familiar que atualmente quase não existe. 
Onde estão os mães e papais durante o dia, aquele cafezinho quentinho, bolinhos de fubá, bolinhos de chuva, biscoitinhos...uma delícia, né?
E Aquele "fogão a lenha" que como coração amoroso aquecia esse "ninho"?  O "fogão a lenha" poderemos transferir para algum sentido figurado: onde eles eram o ponto da casa mais procurado nos tempos em que família tinha o verdadeiro sentido de união de seres humanos amorosos. Texto Rivaldo R. Ribeiro


Postar um comentário