22 de novembro de 2011

Segurança age com truculência no único hospital da cidade de José Bonifácio: Santa Casa de Misericórdia de José Bonifácio.

FOTOS DA SANTA DE MISERICÓRDIA DE JOSÉ BONIFÁCIO.

CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIAR.



Os problemas de um hospital que se arrasta há anos.

A Santa Casa de Misericórdia de José Bonifacio é o único hospital dentro de uma micro região formada por vários municípios.

Entre eles Ubarana, Adolfo, Planalto, Nipoã, Mendonça. Alem dos pacientes residentes dentro dessa região, está existindo uma população flutuante considerável de migrantes de outros estados que vem a procura de trabalho no corte de cana de açúcar e nas grandes usinas de açúcar e álcool que se instalaram na região.

José Bonifacio por estar entre duas importantes rodovias a SP 425 e a BR 153, também atende no seu único hospital os acidentados que infelizmente acontecem com bastante frequência nas duas rodovias e nas vicinais que atravessam a região.

Apesar da necessidade de uma boa instalação hospitalar nesta região, nada ainda foi feito, e os que precisam de socorro médico com urgência muitas vezes tem que se locomover até o São Jose do Rio Preto por causa da ausência de especialidades que com frequência não se encontra no pronto socorro da Santa Casa. São casos graves que muitas vezes provavelmente vão a óbito por falta de socorro médico dentro do tempo exigido.

Alem dessas dificuldades esse hospital uma vez ou outra chega à beira da falência por falta de recursos e fica seriamente ameaçado a fechar suas portas.

Chegou o momento dos políticos regionais e locais olharem com mais carinho para esse problema que se arrasta há anos. E reivindicarem junto ao governo estadual e federal melhorias nas instalações da Santa Casa ou a construção de um novo hospital mais moderno com UTI que atenda essa vasta região, porque nós que habitamos a mais tempo em José Bonifacio podemos atestar que pouca coisa mudou no espaço físico e clinico na nossa tão querida Santa Casa de Misericórdia de José Bonifacio.


Falta ali uma UTI normal e uma Neonatal, pois já houve caso de pacientes serem socorridos em Votuporanga, por falta de vaga em São José do Rio Preto. Estão esperando o que?


"Um homem afoga-se porque seu automóvel de dezenas de reais caiu num rio, pede socorro, se desespera, passa por ele um pequeno tronco de madeira e ele se agarra com todas suas forças para se salvar. Naquele momento a única coisa que passava pela sua mente era salvar sua VIDA."


Uma UTI pode ser esse “tronco de madeira”. O automóvel, um bem material que representa o dinheiro e a riqueza pouco se importava naquele momento...


Já passou o momento de concentrar num foco principal: a importância da VIDA de todos nós.


A questão principal dos bons governos é descobrir onde estão as prioridades?
Que muitas vezes a população percebe apenas nos momentos difíceis, quando um ente querido se encontra em estado grave de saúde... São nesses momentos que nossas prioridades se afastam das grandes festas comemorativas, que são umas das principais evasões de dinheiro publico que deveriam ser estancadas, pois sem duvida alguma são muitas vezes dispendiosas aos cofres municipais, estaduais, federal. Qual seja o poder, mas no final das contas sai da mesma família brasileira.

SAMU? É apenas um paliativo, uma ambulância sofisticada que poderá ajudar em muitos casos urgentes, mas existe pacientes graves se não for socorrido em minutos num centro médico com UTI pode ir a óbito ou ficar com sequelas pelo resto da suas vidas, vidas esta que provavelmente serão encurtadas.


A minha preocupação e que me levou a escrever esse artigo se originou no seu titulo que você poderá ler acessando o link http://painel-mundus777.blogspot.com/p/santa-casa-de-misericordia-de-jose.html  ou na coluna ao lado, quando existe algo que nos desperta para uma realidade dura e muitas vezes cruel: O medo de dar errado nos procedimento de uma cirurgia, um parto, um socorro de acidentado, um enfarto...

E todos nós sabemos do pouco recurso que existe na Santa Casa de Misericórdia de José Bonifacio. Meus poucos leitores e isso podem atingir o rico, o pobre, porque urgência é urgência. O tempo é o pior e único inimigo. Chegaremos a tempo num hospital com UTI mesmo se for numa ambulância do SAMU que irá atender toda a região? Se pergunte e veja se você chega a uma conclusão...

Tripé da sensatez: SAÚDE, EDUCAÇÃO E MORADIA.




Postar um comentário